COVID-19

Desde o início da pandemia da COVID-19 no Brasil, o presidente do Sindibares Goiânia, Newton Pereira, e toda nossa diretoria vem atuando fortemente na defesa do setor. Desenvolvemos diversas ações tentando minimizar os prejuízos do fechamento, buscando soluções para empresários e a retomada segura.

Mesmo antes do primeiro decreto fechando todos os estabelecimentos no estado de Goiás, nós do Sindibares já entramos em contato com o Governador tentando o não fechamento prematuramente, mas na segunda quinzena de março já tivemos que fechar. Porém, algum tempo depois o nosso governador demonstrou possibilidade de reabertura. Mas o Sindicato juntamente com a Abrasel Goiás decidiu que aquele não era o momento, já que estávamos passando um momento delicado com muitos casos em nossa cidade. Se abrisse teria que fechar novamente e os prejuízos seriam maiores.

Outro ponto importante da atuação do Sindicato na pandemia é que fomos os primeiros no Brasil a ter uma convenção coletiva extraordinária. Conseguimos ainda no mês de março uma convecção com o sindicato dos trabalhadores em relação a suspensão dos salários. Foi uma conquista inédita.

Juntamente com o Sindicato dos trabalhadores conseguimos estabelecer uma Central de negociação. Com isso negociamos algumas facilidades para acertos e rescisões trabalhistas. Conseguimos, por exemplo, formas de pagamento facilitadas, trazendo alívio para os empresários.

Ainda no início da pandemia o Sindicato entrou com uma ação civil pedindo a suspensão de cobrança de dívidas feita via cartório de protesto por um período de 90 dias (março, abril e maio). Ainda nesta ação proibindo SPC e Serasa de registrar o nome das empresas durante esse mesmo período. Com essa ação as empresas que estavam em dificuldades não tiveram os nomes negativados e com isso puderam contrair crédito com instituições financeiras.

O Sindibares atuou junto ao governo de Goiás pedindo suspensão do corte de água nos bares e restaurantes.

O sindicato atuou fortemente também auxiliando nossos associados na obtenção de crédito. Buscamos parcerias com instituições financeiras e ainda auxiliando e assessorando nossos associados para conseguirem recursos.

O Sindibares criou o movimento “Salvar empregos é também salvar vidas”. Realizamos carreatas e manifestações em frente ao Paço Municipal pedindo a reabertura dos bares e restaurantes. A atuação forte do sindicato reivindicando a reabertura fez com que Goiânia fosse uma das primeiras capitais a reabrir e com restrições menos severas, como podemos ver em outros estados.

Conseguir a reabertura em julho foi uma grande conquista do Sindicato com seus associados. Se não fosse essa atuação a reabertura teria sido prorrogada e com isso empresários passando mais tempo fechados e com mais prejuízos.

Após a reabertura fizemos vídeo mostrando nossos protocolos de segurança e disponibilizamos placas de sinalização e informações sobre Covid-19 para serem usadas nos bares e restaurantes.

Com bares e restaurantes reabertos, o Sindicato começou a atuar para a reabertura das casas de festas e a liberação de eventos. Também promovemos manifestação em frente ao Paço e participamos de diversas reuniões com autoridades.

Conseguimos a liberação para eventos e estamos trabalhando para conseguir aumentar a flexibilização para o setor.

O Sindibares se firmou como porta-voz do setor de bares e restaurantes junto à imprensa. Participando de diversas entrevistas e matérias nos principais veículos de comunicação do estado.

Essas são só algumas das diversas ações que o sindicato conseguiu nesses últimos meses. Na pandemia ficou evidente a importância de ter um sindicato atuante que sempre está em busca de melhorias para o setor e seus associados.